Trabalhos em vime

O trabalho em vime é uma das principais indústrias da Madeira. Nos anos cinquenta do século XIX os principais centros de produção eram a Camacha, a Boaventura e São Vicente. 
Após a colheita, os vimes são separados por tamanhos, atados em molhos e cozidos.Quando já está cozido, o vime é batido em cima de uma pedra. A este processo «chama-se malhada» e serve para tirar a casca do vime. Depois de deitar água fria por cima dos molhos, o vime fica a secar ao sol 2 a 3 dias. Por fim vai para as mãos dos artesãos, que lhe dão forma (cestos, mesas, cadeiras, mobiliário decorativo, etc.) O último processo é envernizar a peça e deixar secar.
Fonte
Fonte
Os cestos de vime em que se sentam os turistas para ser levados pela encosta abaixo desde o Monte; são feitos à mão, aqui mesmo, na Madeira! 
Actualmente, é a Camacha que é o maior centro de produção, onde o trabalho em vime ainda é feito de forma tradicional e exportado para todo o mundo. 

Sem comentários:

Publicar um comentário