Abraço da Madeira mata saudades a emigrantes madeirenses há mais de 20 anos!

Hoje dedicamos esta publicação a um serviço público dedicado exclusivamente aos nossos emigrantes, para que possam matar algumas das muitas saudades que durante todo o ano enchem os seus corações, vivendo longe dos que amam, e da sua tão adorada ilha.
Quando surgiu, "o programa servia, acima de tudo, para mitigar a distância e a saudade entre o povo madeirense que tinha partido da ilha e os familiares que por aqui ficaram", conta o radialista, Duarte Rebolo, voz da emissão todos os domingos. O Abraço da Madeira começou a ser emitido a 29 de Maio de 1994 na Antena 1 Madeira e na RDP Internacional, na altura ainda denominado como Saudades da Madeira e era realizado à noite.

"A ideia do programa sempre foi o contacto com os emigrantes", explica Luís Alberto Silva, "porque havia essa falha" na programação, sendo que, nessa altura, "não havia o feedback das chamadas telefónicas". O programa sofreu depois a primeira grande alteração, passando a ser "emitido no horário 13h-14h, com intuito de chegar a todo o mundo a horas em que as pessoas pudessem participar", adianta Duarte Rebolo. Como resultado teve muitos telefonemas e “inúmeras cartas”.

Em 20 anos pouco mudou, porque "a fórmula encontrada continua a manter a ligação entre as diversas comunidades espalhadas pelo mundo", agora com o recurso às redes sociais e a outros meios de comunicação baseados na internet. O programa mantém-se fiel às origens e "as pessoas continuam a procurar a amizade, o conforto das conversas, a nossa história, a nossa cultura, tradições, usos e costumes", afirma o actual animador.


David Sousa, jornalista, lembra uma história que ilustra o "espaço de encontro" que o Abraço da Madeira representa. Um natural do continente, residente em França, que tinha sido companheiro de armas de um madeirense, ligou para o programa e contou esta história. O que o animador fez, na altura, foi agarrar na lista telefónica e ligar "para todos os assinantes da lista com o mesmo nome" até que conseguiu contactar o madeirense em causa. No programa seguinte conversaram os dois em direto.


Fonte: publico.pt

Sem comentários:

Publicar um comentário