Espigos

Espigo é um nome genérico para um rebento da couve Portuguesa, muito apreciado em Portugal continental e ilhas.



 
A aparência é a dum talo mais ou menos grosso do qual saem algumas folhas e no extremo, as flores. Contudo, quando já está com flor, significa que já está em estado avançado de desenvolvimento e não se pode comer pois já está muito amargo e não irá amolecer por muito que se coza.
O sabor é naturalmente amargo, mas pode ser eliminado escaldando em água a ferver, mudando a água posteriormente.





Possui alto teor em vitaminas e acredita-se que ajudem a prevenir o cancro por causa dos glucosinolatos (nutrientes responsáveis pelo sabor amargo característico desta verdura). Os espigos são também ricos em vitaminas e cálcio. Por este motivo também, são recomendáveis a pessoas que padeçam de osteoporose.


Quando se submete os espigos a altas temperaturas de cozedura, parte dos nutrientes ficam na água onde de cozedura, pelo que é recomendável comê-los com o seu caldo.Outras maneiras de conservar as suas propriedades são a sua cozedura a vapor ou cozinhá-los numa frigideira de grelhar.



0 comentários: