Missas do Parto

A celebração das missas do parto é uma das maiores tradições religiosas do Natal nas Ilhas da Madeira e Porto Santo. É um costume antigo e documentado, pelo menos, desde início do século XVIII. Estas missas são particularmente diferentes das habituais pois realizam-se às primeiras horas da madrigada (entre as 5 e as 7h) e são cantadas pelo coro e pelos fiéis do princípio ao fim.



No fim da missa, o adro das igrejas converte-se num animado lugar de convívio com partilha de bebidas quentes (cacau, café etc.), licores, poncha, broas e sandes de carne vinha-d'alhos e onde se formam grupos de cantares e se tocam instrumentos musicais, como o rajão, as castanholas, a braguinha, o pandeiro, o pife, o bombo e a gaita. Menos frequente hoje em dia, também se lançam foguetes e bombas.







As Missas do Parto destinam-se a celebrar os nove meses de gravidez da Virgem Maria. Decorrem entre os dias 16 e 24 de Dezembro, culminando com a Missa do Galo que celebra o nascimento de Jesus Cristo.

Uma explicação para estas cerimónias se realizarem ao início do dia, pode ser pelo simbolismo da semelhança com a hora e ambiente em que Jesus nasceu e por Este ser "a luz que nasce para o mundo", ou por ser esta a hora conveniente para os lavradores que começavam a labuta também muito cedo.



Fonte: http://www.sgfamiliafunchal.pt/

Sem comentários:

Publicar um comentário