Milho cozido: A base da alimentação madeirense

Não há prato mais madeirense que milho cozido (ou frito) e este constitui uma das bases da alimentação madeirense. A sua falta só pode ser comparada no continente à falta simultânea de arroz, pão e batatas.
Quer aprender a cozinhá-lo? Siga esta receita.

Ingredientes (para 4 a 6 pessoas)

500 g de farinha de milho
2,5 litros de água
2 colheres de sopa de manteiga ou margarina ou banha
250 g de couve cortada em caldo verde
sal
Preparação

Desfazer a farinha de milho num pouco de água fria.
Levar a água ao lume com a manteiga ou a banha e temperar com sal. Assim que ferver, juntar o milho desfeito na água e logo que retomar a fervura, adicionar a couve previamente lavada e bem escorrida.
Quando a couve estiver cozida, juntar o resto de milho e deixar cozer mexendo de vez em quando, no início e sem parar, quando o milho começa a espessar.
Quando o milho se apresentar bem cozido e seco deitar num tabuleiro ou em pratos e deixar solidificar.
Este milho serve-se geralmente como acompanhamento de pratos de peixe ou de carne substituindo as batatas ou o arroz.

Variantes: Juntar à água um ramo de tomilho (na Madeira dão-lhe o nome de segurelha).
Também há quem junte à água um dente de alho esmagado e/ou favas.
Para temperar, há também que adicione à cozedura um pedaço de toucinho, que se retira antes de empratar o milho (neste caso não juntar qualquer outra gordura).

1 comentário: